O Consórcio

As Pessoas e os Parceiros por Trás do Projeto

A ADAI (Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial) é uma organização privada sem fins lucrativos, criada em 1990 por uma equipa de investigadores do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade de Coimbra.

O Centro de Estudos sobre Incêndios florestais, é um ramo da ADAI que desenvolve e dissemina conhecimento no âmbito dos incêndios florestais e incêndios na interface urbano-florestal, com especial ênfase nas áreas de comportamento do fogo e segurança pessoal.

Papel no projeto:

A ADAI é a coordenadora do projeto e, em função da sua área de especialidade, lidera as atividades relacionadas com o risco de incêndio na área envolvente às infraestruturas.
Grande parte dos ensaios serão realizados no Laboratório de estudos sobre Incêndios Florestais, pertencente à ADAI, e nos ensaios de campo que este parceiro anualmente organiza.

A 08 de Setembro de 2017, a AVIPG tornou-se oficialmente uma associação de direito privado e, a 30 de Outubro, reconhecida de utilidade pública, sem fins lucrativos e sede na Casa Paroquial de Vila Facaia, no concelho de Pedrógão Grande.

A AVIPG tem como missão a defesa dos direitos e dos legítimos interesses das pessoas afetadas pelo incêndio de Pedrógão Grande de 2017, homenagear as vítimas mortais e os feridos, bem como a promoção de medidas que previnam e impeçam a ocorrência de circunstâncias futuras idênticas.

Papel no projeto:

Inter-relacionamento com as entidades particulares e públicas na zona atingida pelo incêndio de 17 de junho de 2017 em Pedrógão Grande.

O Instituto Jurídico da Universidade de Coimbra tem como objetivo organizar a investigação na Faculdade em linhas e grupos temáticos, fomentando a interdisciplinaridade e a transdisciplinaridade, promovendo o investimento em pesquisa aplicada e desenvolvendo a colaboração com centros nacionais e estrangeiros de referência.

Papel no projeto:

O Instituto Jurídico da Universidade de Coimbra assume a tarefa de fazer o levantamento das normas jurídicas vigentes nesta matéria (construção segura de edifícios em zonas de risco de incêndio e gestão de combustível na área envolvente) e analisar a sua efetiva aplicação. O levantamento das normas atualmente em vigor e o estudo da sua efetiva aplicação permitem fazer um diagnóstico mais real e constituem um poderoso contributo nas propostas normativas que venham ser formuladas como resultado do estudo.
Sendo um dos objetivos do projeto a criação de regras para a construção de casas seguras em zonas de risco de incêndio florestal, a elaboração de normas orientadoras (boas práticas) na construção daqueles edifícios e de normas de cariz persuasivo ou impositivo que promovam os resultados a que se chegue, constitui uma finalidade principal do projeto a cargo do Instituto Jurídico.

O itecons – Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidade, é uma associação sem fins lucrativos, que funciona como interface dinâmica do conhecimento entre a comunidade científica e a indústria, prestando serviços de investigação aplicada, ensaios, consultoria e formação nos domínios da construção, energia, ambiente e sustentabilidade.

Papel no projeto:

O itecons providenciará ao projeto conhecimento e capacidade técnica de investigação na área de Segurança Contra Incêndios em Edificios, com especial enfoque na resistência e reação ao fogo da envolvente dos edifícios de habitação. A equipa do itecons é composta pessoas com know-how científico em Engenharia Civil, com especialização em segurança estrutural de edifícios em situação de incêndio e construções, tendo artigos publicados em revistas científicas sujeitas a peer-review nestas áreas. Destaca-se também na equipa a participação e organização de jornadas, congressos e simpósios na área de Segurança Contra Incêndios em Edifícios, como as Jornadas de Segurança Contra Incêndios (JORNINC) e as Jornadas de Proteção Civil (JORPROCIV), a Conferência Ibero-Luso-Americana de Segurança Contra Incêndios (CILASCI) e o International Fire Safety Symposium (IFireSS).

As tarefas no projeto de investigação a cargo do itecons são, nomeadamente: a recolha de dados de incêndios em zonas de interface urbano-florestal, levantamento de normas e regulamentos existentes na área em outros países, caraterização das zonas de interface urbano-florestal, simulações computacionais de incêndios em zonas urbanas originados a partir de incêndios florestais, ensaios de soluções construtivas, propostas de soluções construtivas alternativas para zonas de interface urbano-florestal..

Acreditamos que a Segurança Começa em Cada Um de Nós

Partilha de Conhecimento

Grupo de Consultores

Não o conseguiríamos fazer sem eles!

  • justin.leonard@csiro.au

Justin Leonard dedicou 26 anos da sua carreira de investigação ao desenvolvimento de conhecimento sobre a gestão do risco de incêndio e a sua interação com a preservação da vida e da integridade das infraestruturas.

A sua investigação resulta de uma combinação de ensaios de exposição a incêndios florestais com análises pós-incêndios florestais e a modelação computacional da interação entre incêndios florestais e edifícios.

As atividades mais recentes incluem o desenvolvimento de um curso de acreditação de avaliação de riscos de incêndios florestais com a Universidade de Melbourne, apoio ao Projeto Piloto de Refúgios Comunitários na Comunidade de Victória, desenvolvimento de uma estrutura de avaliação de risco para escolas em Victoria, desenvolvimento de testes de sistemas de defesa de veículos de bombeiros, desenvolvimento dos planos de mapas de risco de incêndio florestal para Queensland, desenvolvimento de uma base de dados abrangente de perdas de vidas/moradias na Austrália e apoio a várias individualidades e grupos industriais no desenvolvimento de novas soluções de projeto de construção e padrões relacionados.

  • samuel.manzello@nist.gov

O Dr. Samuel L. Manzello entrou na Divisão de Investigação de Incêndios do Instituto Nacional de Normas e Tecnologia (NIST), que faz parte do Departamento de Comércio dos Estados Unidos, em janeiro de 2001. Antes da sua nomeação no NIST, ele concluiu o seu doutoramento em Engenharia Mecânica na Universidade de Illinois (Chicago) em 2000, com uma dissertação na área “sooting and radiation in microgravity droplet combustion”.

No seu percurso no NIST, os interesses de pesquisa do Dr. Manzello foram extensos, pautando-se pela transposição de conhecimentos básicos de combustão a problemas práticos. Enquanto trabalhava no Conselho Nacional de Pesquisa (NRC), como bolseiro de pós-doutoramento do NIST, a sua pesquisa sobre interação superfície-gota foi apresentada na revista Nature. Além da combustão por microgravidade e interação superfície-gota, liderou trabalhos de investigação na área da formação de fuligem em reator de mistura completa / reator de fluxo de bujão, na física da interação estrutura-fogo e, mais recentemente, na área dos incêndios na interface urbano-florestal (IUF). O gerador de partículas do NIST, também conhecido por “Dragon” permitiu a investigação inédita sobre a vulnerabilidade de estruturas à chuva de fagulhas” impulsionadas pelo vento.

Entidade Associadas

Associação Portuguesa de Seguradores

Associação Portuguesa de Seguradores

Mais Informação sobre o Projeto?

Entre em Contacto Connosco

contactos house-refuge